Meu produto web está pronto, e agora?

É agora que a diversão realmente começa, pois é agora que usuários reais vão validar se seu produto de fato resolve um problema deles. Mas antes de “abrir as portas” e chamar as pessoas para usar seu produto, vamos dar uma última checada para ver se está tudo ok.

Checklist antes de “abrir as portas”

Antes de chamar as pessoas para usar seu produto, vamos dar uma última checada em alguns itens para ver se está tudo certo. Afinal, vc não quer que seus convidados encontrem uma casa bagunçada, quer?

  • Monitoração: tanto a aplicação quanto o site que apresenta a aplicação estão no ar? Vc colocou algum serviço de monitoração para saber quando seu site ou sua aplicação eventualmente ficarem fora? Um serviço bastante conhecido e que tem opção gratuita é o Pingdom. Ele inclusive dá relatórios de disponibilidade que vc pode usar para apresentar para o seu provedor caso a disponibilidade esteja abaixo do contrato.
     
  • Limites da infra-estrutura: em conjunto com a monitoração vêm os limites da infra-estrutura. Agora vc está usando site e a aplicação sozinho ou com alguns poucos conhecidos. Qdo vc “abrir as portas” o que vc espera é que mais pessoas usem seu produto web. É claro que vc não precisa comprar o maior servidor, com os maiores limites possíveis, mas vc precisa monitorar de perto esses limites quando vc lançar seu produto e, à medida que ele for sendo usado, ir avaliando a necessidade de aumentar a capacidade de sua infra-estrutura. Sua aplicação armazena dados? Então é importante monitorar espaço em disco para ver se vc vai precisar contratar mais espaço para a sua aplicação não parar de funcionar na cara do cliente. Sua infra-estrutura tem limite para disparar email e sua aplicação dispara emails de boas vindas e outros emails? É bom monitorar esses limites.
     
  • Fluxo de interação: vc testou o fluxo de interação do seu site e da aplicação exaustivamente? Peça para alguns amigos tb testarem. Vc pode estar com uma olhar meio viciado de tanto trabalhar na sua aplicação, então pode ser bom pedir para algum conhecido que nunca viu sua aplicação e seu site testá-los. Assim eles podem encontrar alguma coisa que tenha passado desapercebido.
     
  • Cobrança: se vc implementou cobrança, vc testou o fluxo de recebimento dos dados de cobrança, emissão da cobrança e recebimento da confirmação de pagamento da cobrança? Se isso não estiver funcionando, de nada adiantou investir tempo implementando cobrança. Não é necessário ter o provisionamento automatizado, ou seja, recebido a confirmação de pagamento da cobrança, provisionar o serviço de forma automatizada para o cliente. Afinal, nesse começo acho que vc até vai querer conhecer seus primeiros clientes pagantes e acompanhar esse processo bem de perto, né? E automatizar esse processo é algo trabalhoso, que pode ser deixado para ser feito após o lançamento, quando vc tiver um fluxo de pagamentos razoável. Aproveitando o tema cobrança, vc tem sempre a opção de lançar o produto gratuito, como beta, para já ter usuários testando e dando feedback enquanto vc implementa a cobrança posteriormente. Fiz isso no ContaCal. Lancei ele no início de setembro, rodei durante 3 meses sem cobrar, colhi feedback e implementei a cobrança somente em dezembro. Olhando em retrospecto, acho que demorei muito para implementar a cobrança. Eu deveria ter implementado logo no primeiro mês, ou lançado já com cobrança. Outro ponto importante: não esqueça de oferecer um período de experiência. O tamanho do período de experiência deve estar entre 5 dias a um mês, a depender da complexidade do seu produto e da rapidez com que a pessoa percebe valor nele, ou seja, consegue resolver seu problema usando o o produto. Mas precisa ter período de experiência. Como ninguém te conhece, vc precisa dar uma chance das pessoas experimentarem sua solução antes de decidir comprar e pagar.
     

Ok, estou pronto para “abrir as portas”!

Vc acabou de verificar se está tudo em ordem no seu site e na sua aplicação web, agora é o momento de finalmente “abrir as portas”, ou seja, lançar o produto. O primeiro passo é avisar as pessoas que mostraram interesse na sua ideia de produto web. Faça isso enviando um email para elas, convidando-as a usar o produto. Não esqueça de agradecê-los pelo interesse.

Em seguida, religue a campanha de Google Adwords que vc criou para testar a ideia de seu produto web. Vc notará que tendo o produto pronto, sua taxa de conversão deverá aumentar.

Vc tb pode divulgar usando as redes sociais, comente no Facebook, no Twitter e no Google+.

Pronto, se tudo correu bem, agora vc espera para ver as pessoas se cadastrando e usando o seu sistema. :-)

Dados sobre o lançamento do ContaCal

O pessoal da StartupDEV terminou a aplicação no dia 25/08/2011. Com mais alguns dias eu consegui terminar o site e, no dia 02/09, religuei a campanha no AdWords. Dia 04/09 eu avisei os 306 emails interessados. Abaixo estão os dados de clicks na campanha AdWords e de novos cadastros por dia durante o mês de lançamento. Note que a campanha do AdWords acelera aos poucos. O Google não coloca a campanha direto no limite de gasto diário que vc define. Eles aumentam um pouco a cada dia.

Lançamento ContaCal

Lançamento ContaCal

Próximo post

Na próxima semana vamos ver como lidar com o feedback. Agora que temos usuários, vamos ver as diferentes formas de aprender com eles se o produto realmente resolve um problema deles e o que precisa ser melhorado.

Comentários

Ansioso para lançar o seu produto web? Já fez seu checklist? O que vc não pode esquecer de verificar antes de “abrir as portas”? E qual é sua expectativa para o lançamento?

Livro sobre gestão de produtos

Vc gosta do tema gestão de produtos de software? Quer se aprofundar mais no assunto? Escrevi um livro sobre o assunto, dividido em 5 grandes áreas:

  • Definições e requisitos
  • Ciclo de vida de um produto de software
  • Relacionamento com as outras funções
  • Gestão de portfólio de produtos
  • Onde usar gestão de produtos de software
Capa do Livro Gestão de Produtos

Esse livro é indicado não só para quem tem software como seu core business, como tb para empresas que desenvolvem software sob demanda e empresas que não tem software como seu core business mas usam software para se comunicar com seus clientes como, por exemplo, escolas, bancos e laboratórios clínicos.

Interessou? Então adquira sua cópia hoje mesmo!

Newsletter

Se você quiser receber artigos por email sobre startup, gestão de produtos e gestão de TI, digite seu endereço abaixo e aperte enter:


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>