Gerindo gestores de produto

Da mesma forma que nem todo bom desenvolvedor pode virar um bom gestor de desenvolvedores, o mesmo acontece com gestores de produto. Assim como as habilidades que uma pessoa tem que ter para gerir desenvolvedores de software é diferente das habilidades que um desenvolvedor precisa ter para ser um bom desenvolvedor de software, as habilidades que um gestor de gestores de produto precisa ter para gerir gestores de produtos é diferente das habilidades que um gestor de produtos produto precisa ter para gerir seu produto.

gestor_de_gestores

Então o que faz um gestor de gestores de produtos?

Um gestor de gestores de produtos tem basicamente duas preocupações, uma tática e outra estratégica:

  • Ajudar os gestores de produto a performarem melhor. Essa é a preocupação tática do gestor de gestores de produto. Ele deve ser capaz de ajudar o gestor de produto a desenvolver as principais características de um bom gestor de produto, empatia, comunicação, gestão do tempo, conhecimento de novas tecnologias, business skills, curiosidade aguçada e conhecimento sobre o tema do produto. Todas essas características são fundamentais para o sucesso do gestor de produtos e nem sempre o gestor de produtos consegue perceber o que precisa ser melhorado ou, se percebe, não sabe bem como melhorar. Aí entra o gestor de gestores de produto, que deve ajudar o gestor de produtos a ver quais características tem espaço para melhoria e como melhorar cada uma delas. Muitas vezes há mais de uma característica que precisa ser melhorada e aqui o gestor de gestores de produto pode mais uma vez ajudar a perceber prioridades, ou seja, qual característica deve ser trabalhada primeiro.
     
  • Ajudar os gestores de produto a criar a visão e a estratégia dos produtos. Essa é a preocupação estratégica do gestor de gestores de produto. Ele deve ser capaz de ajudar os gestores de produto a criar a visão e a estratégia dos produtos da empresa. Aqui é importante fazer uma distinção entre as duas opções de estratégia de portfólio de produtos que uma empresa pode escolher, foco ou diversificação. Em uma empresa que optou pelo foco, cabe ao gestor de gestores de produto coordenar o processo de criação de visão e estratégia do produto da empresa. Ele deve, em conjunto com seus gestores de produto, designers de UX, pessoal de engenharia e gestores de mkt de produto, criar a visão do produto da empresa e desenhar a estratégia para chegar nessa visão. Já em uma empresa que optou pela estratégia de diversificação de portfólio de produto, a responsabilidade do gestor de gestores de produto é ajudar cada gestor de produto a coordenar o processo de criação da visão e do desenho da estratégia de seu produto específico. Além disso em uma empresa que optou pela diversificação, cabe ao gestor de gestores de produtos fazer a gestão do portfólio de produtos, ou seja, garantir que o portfólio de produtos está alinhado com os objetivos estratégicos da empresa e garantir que cada produto tenha o devido investimento de desenvolvimento e de mkt de produtos.

Para ser um bom gestor de gestores de produto é importante que a pessoa já tenha sido gestora de produtos, ou seja, que ela já tenha colocado a “mão na massa” e tenha cuidado diretamente das questões táticas e estratégicas de um produto. Isso irá ajudá-la quando estiver gerindo o trabalho de outros gestores de produto. Contudo, é preciso tomar muito cuidado para não fazer o trabalho no lugar do gestor de produtos ao invés de ajudá-lo a se desenvolver e a fazer seu trabalho. Note que em ambas as preocupações que descrevi acima eu usei “ajudar os gestores de produto”. Por já ter sido um gestor de produtos, é tentador para o gestor de gestores de produtos, no momento em que algum gestor de produto sob sua gestão estiver com dificuldades, fazer o seu trabalho. Mas a função do gestor de gestores de produto não é fazer o trabalho de gestor de produto, mas sim ensinar e ajudar os gestores de produto a fazerem seu trabalho.

Caso vc não tenha experiência como gestor de produtos, mas se veja na situação de coordenar o trabalho de gestores de produtos, como pode ser o caso de um CTO ou um gestor de time de engenharia, valem as recomendações acima, ou seja, ajudar os gestores de produtos a performarem melhor e a criar a visã e a estratégia de seus produtos.

Livro sobre gestão de produtos

Vc gosta do tema gestão de produtos de software? Quer se aprofundar mais no assunto? Escrevi um livro sobre o assunto, dividido em 5 grandes áreas:

  • Definições e requisitos
  • Ciclo de vida de um produto de software
  • Relacionamento com as outras funções
  • Gestão de portfólio de produtos
  • Onde usar gestão de produtos de software
Capa do Livro Gestão de Produtos

Esse livro é indicado não só para quem tem software como seu core business, como tb para empresas que desenvolvem software sob demanda e empresas que não tem software como seu core business mas usam software para se comunicar com seus clientes como, por exemplo, escolas, bancos e laboratórios clínicos.

Interessou? Então adquira sua cópia hoje mesmo!

Newsletter

Se você quiser receber artigos por email sobre startup, gestão de produtos e gestão de TI, digite seu endereço abaixo e aperte enter:


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>