Como priorizar um roadmap?

Essa é uma pergunta frequente de todo gestor de produtos. Quer seja um produto novo, que está sendo criado agora, quer seja um produto já em pleno funcionamento, cheio de sugestões de clientes e usuários, como fazer para priorizar, ou seja, para decidir o que fazer primeiro.

post-its

Bom, existe um quantidade grande de técnicas e vou falar sobre algumas delas aqui e no final vou dizer qual é a melhor. Só te peço que não vá agora até o final do artigo para não estragar a surpresa… :-P

Valor vs custo

Uma das formas mais simples de priorizar um roadmap é fazendo uma análise de todos os itens procurando estimar o valor (benefício) de cada item para o negócio e para os usuários, e o custo de implementar cada item. Com esses dados em mãos é possível até plotar um gráfico com dois eixos e colocar cada um dos itens nesse gráfico baseado no valor e no custo. A ideia é priorizar sempre o que tiver maior valor e menor custo, pois o benefício será obtido mais rapidamente.

Análise Kano

A análise Kano foi criada pelo Professor Noriaki Kano, da Universidade de Tokyo, para classificar os itens de um produto com base também em duas dimensões, a necessidade de um item e a satisfação que esse item causa no cliente. Com isso é possível classificar os itens em três tipos, mandatórios, ok e encantadores. Por exemplo, em um carro, roda é um item mandatório, não há carro sem roda. Teto-solar é um item ok, se seu cliente não valoriza muito esse item. Já ser super silencioso é um item que encanta um cliente que aprecia essa característica. A recomendação é ter todos os mandatórios, alguns ok, mas não deixar de fora alguns encantadores para poder impressionar positivamente o cliente.

Árvore de produto

A ideia e mais ou menos parecida com a análise de Kano, classificar os itens do roadmap de acordo com as partes de uma árvore. Raízes são a infra-estrutura, caule é o que dá o suporte, galhos são os diferentes caminhos que vc pode colocar no seu produto, as folhas são as features propriamente ditas e as flores e os frutos são as features que realmente vão encantar o cliente. Todo produto tem que ter raízes, caule, alguns galhos com suas respectivas folhas, mas é importante sempre incluir algumas flores e frutos para deixar seu produto encantador.

Compre suas funcionalidades

Nessa técnica vc põe o seu cliente para trabalhar. Vc mostra todos os itens de que estão em seu roadmap e dá um valor para cada um deles baseado no quanto vai te custar fazer cada um deles. Em seguida, convide alguns clientes e diga para eles que eles tem X para gastar. Esse X tem que ser consideravelmente menor que a soma do valor de todos os seus itens. Com esse X, cada cliente tem que “comprar” as funcionalidades que são mais importantes para ele e, como o dinheiro é limitado, ele é forçado a fazer escolhas do tipo “será que pego essas duas funcionalidades, ou troco elas por essa outra mais cara?”. É um exercício muito interessante e dá ao gestor de produtos um bom conhecimento sobre o comportamento do cliente.

UserVoice

UserVoice é um sistema de sugestões que vc pode colocar dentro do seu produto. Com isso seus usuário poderão fazer sugestões sobre seu produto. Eles poderão também votar em sugestões feitas por outros usuários e vc ainda pode limitar a quantidade de votos, forçando-os a fazer escolhas como no método anterior.

A que você lembrar primeiro

Jason Fried, fundador da 37signals, que agora se chama Basecamp, disse no seu livro Getting Real que na empresa dele a opção foi por priorizar baseado na lembrança. Eles recebem várias sugestões todos os dias e eles decidiram simplesmente não anotar essas sugestões para não ter que depois gastar tempo contando e rankeando. Como sugestões aparecem todos os dias, eles as ouvem todos os dias. De tempos em tempos eles se reúnem e discutem sobre as sugestões que eles se lembram e essas são as que são tratadas e eventualmente priorizados no roadmap dos produtos.

A melhor técnica de priorização

Como deu para ver aí em cima, existem várias maneiras de se priorizar um roadmap, todas elas bastante úteis. Ou seja, o que dá para concluir é que, se há tantas maneiras de se priorizar um roadmap e se todas as maneiras de se priorizar podem ser úteis, isso significa que priorização de roadmap não é uma ciência exata.

Temos um anseio de querer achar um método de priorização para justificar nossas escolhas, mas sempre que esse método falhar em um determinado item que temos certeza que seria melhor fazer antes ou depois do que o método diz, acabamos tentados a seguir essa nossa certeza, pondo abaixo o método.

Por isso, por mais que existam várias técnicas e métodos de priorização de roadmap, o melhor método é o bom senso, ou seja, a capacidade do gestor de produtos de analisar as opções disponíveis e, usando-se de sua empatia, priorizar essas opções levando em conta os objetivos da empresa e as necessidades dos usuários.

Próximo post

No próximo post vou dar mais um dica bem útil para priorização de roadmap. Aguarde!…

Série completa de artigos sobre roadmap

Esse artigo faz parte de uma série de artigos que escrevi sobre o tema roadmaps. Confira a série completa:

Livro sobre gestão de produtos

Vc gosta do tema gestão de produtos de software? Quer se aprofundar mais no assunto? Escrevi um livro sobre o assunto, dividido em 5 grandes áreas:

  • Definições e requisitos
  • Ciclo de vida de um produto de software
  • Relacionamento com as outras funções
  • Gestão de portfólio de produtos
  • Onde usar gestão de produtos de software
Capa do Livro Gestão de Produtos

Esse livro é indicado não só para quem tem software como seu core business, como tb para empresas que desenvolvem software sob demanda e empresas que não tem software como seu core business mas usam software para se comunicar com seus clientes como, por exemplo, escolas, bancos e laboratórios clínicos.

Interessou? Então adquira sua cópia hoje mesmo!

Newsletter

Se você quiser receber artigos por email sobre startup, gestão de produtos e gestão de TI, digite seu endereço abaixo e aperte enter:


Uma ideia sobre “Como priorizar um roadmap?

  1. Pingback: O que é um roadmap? | Guia da Startup e de Gestão de Produtos de Software

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>