Como fazer rápido o seu produto web?

Já entendemos porque é importante fazer rápido o produto web. Agora precisamos saber como fazer isso! Será que precisaremos de bons desenvolvedores de software? Com certeza. E bons designers de interface do usuário? Sem dúvida alguma!

Contudo, só ter bons profissionais te ajudando não é o segredo para vc fazer o produto rapidamente. O que você precisa fazer é definir quais são as funcionalidades mínimas necessárias para o seu produto. Esse é a principal responsabilidade da função de gestão de produtos que, como eu comentei anteriormente no post sobre as diferentes áreas de conhecimento envolvidas em uma startup, é uma das únicas funções que não podem ser terceirizadas. Quem tem que fazer isso é vc.

A importância de conhecer o cliente e o seu problema

Nesse momento fica claro a importância de se conhecer muito bem o cliente e o seu problema. Vc vai ter que entender muito bem qual é o problema e qual é a solução mínima que vai resolver o problema desse cliente. Fica claro também a vantagem de se trabalhar em um problema próprio, pois sendo vc mesmo o cliente, é mais fácil definir o que é mínimo para resolver o problema.

Tome cuidado pois, como com software dá para fazer muitas coisas legais, é muito fácil a gente cair na tentação de querer colocar “só mais essa funcionalidade” antes de lançar o produto. Pense bastante se essa funcionalidade não terá um custo muito alto de desenvolvimento em termos de tempo, energia e dinheiro – vc se lembra das curvas de retorno de investimento do post anterior? – para o benefício que ela pode trazer para a solução do problema do cliente.

Para ilustrar isso de forma clara, vou citar dois exemplos.

Cursos online da Caelum

A Caelum é uma empresa bastante conhecida pelos seus cursos presenciais de desenvolvimento de software. Há uns 3 anos começou a surgir demanda por cursos online mas Paulo e Guilherme Silveira, sempre preocupados com a qualidade de ensino, não queriam dar esse passo até encontrar uma forma de oferecer cursos online com uma qualidade satisfatória. No início de 2011 encontraram um formato que lhes pareceu interessante. Resolveram então desenvolver o produto web de educação online com esse formato. O desenvolvimento começou em fevereiro de 2011 e a versão para usuários gratuitos ficou pronta no final de julho de 2011, totalizando 5 meses de desenvolvimento. Paulo ainda estava inseguro quanto a lançar na QCon em setembro, sentia que ainda precisava colocar várias funcionalidades, dentre elas a cobrança. Eles correram para colocar alguma forma de cobrança que ficou pronta literalmente no dia do lançamento que foi no primeiro dia da QCon. Várias funcionalidades que eles queriam ter colocado para o lançamento da versão paga acabou não entrando no lançamento.

Resultado: o primeiro cliente pagante veio somente depois de duas semanas, ou seja, a cobrança não era tão necessária para o lançamento. Agora em março de 2012, é uma funcionalidade bem necessária! Já são quase 130 cursos vendidos e um total de 400 alunos distintos. Contudo, a cobrança poderia ter sido desenvolvida após o lançamento. As outras funcionalidades que eles queriam ter colocado não fizeram falta para o lançamento do produto e, quando houve clientes reais utilizando, o que esses clientes deram de retorno acabou orientando o desenvolvimento do produto web.

ContaCal

Quando usei o pessoal da StartupDEV para fazer o ContaCal, eu não tive a opção de tentar fazer mais desenvolvimento e gastar mais tempo, eu tinha direito a apenas 48 horas. Eu mostrei para o time de desenvolvedores o que eu queria e eles estimaram quanto tempo cada pedaço do sistema ia levar. Obviamente que fazer todo o sistema ia ultrapassar as 48 horas que eu tinha direito, então tive que escolher.

Quando desenhei os wireframes do ContaCal para passar para o pessoal da StartupDEV desenvolver a aplicação web, os slides 4 e 5 tinham dois gráficos, uma para mostrar a evolução das calorias e outro para mostrar a evolução do peso. Não tinha como caber os dois. Eu tinha que escolher um dos dois, ou gráfico de evolução de calorias, ou gráfico de peso. Lembro que foi uma decisão difícil, e depois ainda conversamos sobre fazer versão de 7 dias e versão de 30 dias.

Decidi por implementar o relatório com evolução de controle de calorias, com visualização de 7 dias e 30 dias. Recebo com alguma frequência pedido de clientes que gostariam de ter alguma forma de acompanhar seu peso no contaCal. É a funcionalidade que deixei de implementar. Por outro lado, de todos os pageviews que a aplicação tem, 4,6% são pageviews dessa funcionalidade, ou seja, uma funcionalidade que tem um uso razoável, ainda mais comparado com 31,4% de pageviwes da página principal da aplicação:

Pageviews do ContaCal

Pageviews do ContaCal

Só que a dúvida ficou, será que relatório era de fato uma funcionalidade essencial para ter numa versão mínima do produto? Será que as pessoas gostam mais do produto por ter essa funcionalidade. Tem algumas formas de saber. Uma delas é fazendo uma pesquisa segmentada, ou seja, conversando com usuários que usam e com usuários que não usam a funcionalidade para saber dos que usam o que gostam e porque usam e dos que não usam, porque não. Outra forma é simplesmente desligando essa funcionalidade por algum tempo e ficando antenado para reclamações e comentários.

Minha opinião é que o ContaCal poderia ter sido lançado até mesmo sem a funcionalidade de relatório e que isso não teria impactado o número de usuários que se cadastram e que depois se tornam assinantes.

Falo isso devido a outra funcionalidade que implementei no ContaCal após o lançamento. Muitos usuários comentaram que seria muito bom ter a possibilidade de controlar não só a quantidade de calorias ingeridas como também a quantidade de calorias gastas. Em novembro, dois meses e meio após o lançamento, coloquei essa funcionalidade no ContaCal, de registro de atividades físicas. Anunciei para a base de usuários existentes, destaco isso como uma das funcionalidades que o sistema tem e várias pessoas acham bacana, mas a curva de novos usuários que se cadastram para testar o sistema, bem como de usuários que decidem virar assinantes não mudou em nada! Para confirmar, acabo de ver na base de dados que 1,8% dos registros feitos são de atividades, 98,2% são registro de alimentos.

Recapitulando: fazer rápido o produto web = saber o que fazer

Por melhores que sejam os desenvolvedores e os designers de interface que trabalharem no seu produto, se vc não escolher com muito cuidado que funcionalidades colocar e não selecionar um conjunto mínimo de funcionalidades, as chances de vc desperdiçar tempo de desenvolvimento são muito grandes. A definição clara de seu produto mínimo é fundamental, e vc só vai conseguir fazer isso conhecendo bem o problema do seu cliente e sabendo exatamente o que vc está resolvendo para ele.

Próximo post

O próximo post vai ser surpresa! Já tenho ele montado e ele tem por objetivo confirmar que é preciso lançar logo um produto. Só não vou contar como será o post para não estragar a surpresa! :-P

Comentários

Vc conhece algum exemplo de produto que, quando foi lançado, era mínimo mas já resolvia um problema de cliente? Compartilhe nos comentários.

Livro sobre gestão de produtos

Vc gosta do tema gestão de produtos de software? Quer se aprofundar mais no assunto? Escrevi um livro sobre o assunto, dividido em 5 grandes áreas:

  • Definições e requisitos
  • Ciclo de vida de um produto de software
  • Relacionamento com as outras funções
  • Gestão de portfólio de produtos
  • Onde usar gestão de produtos de software
Capa do Livro Gestão de Produtos

Esse livro é indicado não só para quem tem software como seu core business, como tb para empresas que desenvolvem software sob demanda e empresas que não tem software como seu core business mas usam software para se comunicar com seus clientes como, por exemplo, escolas, bancos e laboratórios clínicos.

Interessou? Então adquira sua cópia hoje mesmo!

Newsletter

Se você quiser receber artigos por email sobre startup, gestão de produtos e gestão de TI, digite seu endereço abaixo e aperte enter:


2 ideias sobre “Como fazer rápido o seu produto web?

  1. Pingback: Boas práticas de engenharia de software | Guia da Startup

  2. Um bom exemplo disso é o Twitter, que demorou 8 dias para ser lançado e tinha apenas o recurso de escrever as mensagens curtas. Foram os clientes que mostraram pro Jack Dorsey o que eles fariam com esse recurso, que eles queriam Trending Topics e por aí vai. Os quase 2 bilhões de dólares da fortuna dele me fazem crer que deu certo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>