Como escolher uma ideia para transformar em produto web

No post anterior falamos sobre onde encontrarmos problemas para resolvermos e que quanto mais próximos da gente estiver esse problema, melhor. Hoje vamos falar sobre o que fazer quando encontramos mais de um problema que pode gerar um bom produto web. Aliás, essa técnica serve não só quando vc tiver várias ideias, mas mesmo quando vc tiver uma única ideia, pois antes de investir em transformar sua ideia em produto web, vale a pena ver se de fato existe alguém interessado nele e disposto a pagar por ele.

Vc consegue descrever sua ideia em uma única página web?

Então faça isso. Crie uma página web simples descrevendo sua ideia. Não precisa ser uma página super bonita, nem super bem desenhada. Basta ser simples e direto ao ponto, descrevendo sua solução e o problema que ela resolve.

Quando tive a ideia do ContaCal, tive tb a ideia de outras 2 startups e quis saber em qual das 3 ideias investir meu dinheiro, minha energia e meu tempo. Para tomar esse decisão, escolhi um nome e um domínio para cada uma das ideias e registrei esses domínios. Em seguida, criei uma página para cada uma das ideias de produto web que tive. Como não sou nenhum designer, usei um site chamado unbounce, que permite criar páginas simples e até testes A/B de forma bem fácil. Com o unbounce eu criei a página abaixo:

Primeira página do ContaCal

Primeira página do ContaCal

Note que essa página tem só 3 pontos que descrevem o produto, sendo:

  • um ponto para falar do problema;
  • outro para falar da solução e;
  • um terceiro para falar do preço (que nem é o preço praticado hoje).

O formulário de email serviu para captar a quantidade de interessados. Rodei uma campanha no Google AdWords de R$ 10,00 por dia por produto que eu queria testar durante um mês.

Eu tenho um print de um resultado parcial:

Resultado pesquisa

Esse print é de uma tela do unbounce. Depois dos 30 dias de testes terminei com 216 emails interessados no ContaCal e 1.043 pageviews, o que dá 20,7% de taxa de conversão. As outras duas ideias tb mantiveram a mesma tendência do resultado parcial acima.

O custo total desse teste foi de R$ 990,00:

  • Campanha AdWords: R$ 900,00
  • Domínios: R$ 90,00
  • unbounce: grátis por 30 dias, se passasse de 30 dias eu iria pagar R$ 85,00 por mês para até 5 domínios diferentes que eu quisesse testar ao mesmo tempo.

Cada nova ideia custa R$ 30,00 por registro de domínio .br mais R$ 300,00 por mês de campanha no Google AdWords se fizermos um investimento de R$ 10,00 por dia.

Uma outra opção ao unbounce é o launchrock. Não achei informação sobre preços mas me pareceu uma alternativa a ser avaliada.

Mais um exemplo

Mesmo quando vc tem uma única ideia, é bom validar antes de seguir adiante com o desenvolvimento do produto. O Rafael Lima, do Cobre Grátis fez isso. Ele tinha a ideia de fazer um produto web para facilitar emissão de boletos. Era um problema que ele tinha, que resolveu e que imaginou que outras pessoas iriam querer essa solução. Para confirmar sua hipótese ele rodou uma campanha de 3 meses no Google AdWords, gastando um total de R$ 800,00 que enviava para uma pesquisa do sistema de pesquisas online Wufoo que tinha a cara abaixo e o resultado foi 12.939 visualizações e 1.396 pessoas interessadas. Uma taxa de conversão de 10.8%, o que mostrou que valia a pena investir nesse produto pois parecia ser a solução do problema de mais pessoas além dele próprio. E já era uma boa base para o email marketing de lançamento quando o produto estiver pronto. Como curiosidade, veja abaixo como a página que ele fez para captar o interesse é bem simples. É um formulário de três perguntas, direto ao ponto.

Form de pesquisa do Cobre Grátis

Qual é taxa de conversão mínima?

Isso é um pouco difícil dizer, pois depende um pouco de qual é o produto web que vc está pensando em vender. Se for um produto de nicho, ou seja, mais especializado como por exemplo sistema de controle de pacientes para médicos especialistas em coxartrose, pode ser que a taxa de conversão seja pequena mesmo, pois a quantidade de médicos com essa especialidade não deve ser grande. Nesse caso, se vale ou não desenvolver o produto web, vai depender se o seu produto web realmente resolve um problemão para essas pessoas e quanto essas pessoas estão dispostas a pagar por essa solução.

Usando os dois casos acima como parâmetro, que são casos mais genéricos, o ContaCal é um produto que podemos classificar, de acordo com a classificação que fizemos de um produto web em um dos primeiros posts aqui do Guia da Startup, como um produto para consumidor final, não é um produto de nicho e eu decidi ir para o desenvolvimento do produto com algo próximo de 20% de taxa de conversão. O Cobre Grátis é um produto para empresas, também não é de nicho e o Rafael decidiu desenvolvê-lo tendo uma taxa de conversão em torno de 10% o que mostra que em produtos para empresas é aceitável uma taxa de conversão menor.

Vi outras experiências de produtos que não são de nicho e diria que, de forma geral, pelo menos 10% de taxa de conversão, com pelo menos uns 150 emails válidos cadastrados após um mês de campanha no Google AdWords, é o mínimo recomendável para seguir adiante.

Próximo post

Com o post de hoje terminamos o capítulo sobre ideias e problemas e amanhã vamos falar sobre por a mão na massa. Essa parte de por a mão na massa será dividida em duas partes:

  • fazendo o produto web
  • gerenciando o produto web

Os próximos posts serão sobre como fazer o produto web. Contudo, como eu já expliquei antes como o ContaCal foi feito, agora eu vou explicar porque é importante fazer rápido o produto web para entrar logo no modo gerenciando produto web.

Comentários

Como vc testa suas ideias de produto? Gostou dessa forma de testar? Já tinha usado algo parecido alguma vez? Compartilhe!

Exemplo de retorno não financeiro

Quando escrevi sobre porque ter uma startup, comentei que nem todo projeto tem por único foco o dinheiro como recompensa e que nas startups de estilo de vida é comum encontrar pessoas que colocam as outras pessoas e seus problemas como prioridade.

Para ilustrar como podemos ter outro tipo de retorno que não só o financeiro, queria contar aqui o caso de uma usuária do ContaCal. O depoimento abaixo é de uma senhora de mais de 70 anos que pesava mais de 105Kg. Ela é mãe de santo, daí o “Mãe Shirley”. Ela sofre Coxartrose, uma doença de caráter degenerativo da articulação coxo-femural. Como ela estava acima do seu peso, a cirurgia só era recomendada caso ela emagrecesse 15Kg. Ela encontrou o ContaCal, se inscreveu, mas não conseguiu usar. Contudo, entendeu a ideia de anotar as refeições, baixou nossa tabela de alimentos e até hoje recebe os emails semanais com dicas. Vejam abaixo o depoimento dela:

Queridos, como vcs sabem e me orientaram muito bem, faço a Dieta dos Pontos desde de Junho de 2.011, emagrecendo até aqui 17 quilos, ingerindo somente as 1.100 calorias permitidas, agora o doutor disse que vai operar minha Coxartrose. [...] Perguntei ao doutor se seria bom antes fazer uma plástica removendo o tecido adiposo que se formou com a perda de peso, mas não fui encorajada devido minha idade, já não sou uma mocinha e com a idade temos que ir devagar não é? Pois o coração talvez não respondesse bem a duas cirurgias continuas, bem sem mais novidades espero que leiam, e me compreendam pois vcs são o meu esteio em se tratando de Dietas, pois sempre me encorajam a continuar, meu obrigada e ate mais. Mãe Shirley.

Ela não paga nenhum centavo para nós, mas o simples fato saber por meio de depoimentos como esse que o ContaCal é capaz de ajudar pessoas é um retorno que, para mim, supera o retorno financeiro.

Próximo post

Amanhã começamos o capítulo das ideias! Como encontrar ideias de produtos? Como testar essas ideias antes de começar a desenvolvê-las?

Comentários

O que vc achou desse depoimento? Vc tb já ouviu depoimentos assim em sua startup? Comente! Participe!

Escolhendo o que terceirizar, um caso prático

No post anterior falamos sobre os diferentes áreas de conhecimento envolvidas na criação de um produto web. Algumas delas não são terceirizáveis, outras são, e outras são parcialmente.

Vou contar aqui sobre como foi desenvolvido o ContaCal, um sistema onde o usuário registra suas refeições e recebe a informação não só de quantas calorias ingeriu como também da qualidade das calorias ingeridas. Como eu escolhi essa ideia dentre várias ideias que poderiam ser desenvolvidas será tema de um post futuro. Quero me focar aqui no fato de que, após ter escolhido um problema para resolver e de ter pensado numa solução, eu tinha que concretizar essa solução e, para fazer isso, eu precisaria definir o que eu ia fazer e o que eu ia terceirizar.

Lembrando que gestão do produto, ou seja, descobrir pessoas com problemas que precisam ser resolvidos, descobrir que problemas são esses e qual desses problemas vale a pena resolver e gestão do projeto, ou seja, garantir que todas as peças (software, site, design, marketing, campanha, produto, etc.) estão em sincronia, não podem ser terceirizadas, sobram para ser terceirizadas:

Desenvolvimento de software

Tentei começar a desenvolver o sistema eu mesmo mas meus conhecimentos de programação estavam bem desatualizados. O último código que escrevi e que foi para produção era em Perl. Se não me engano, isso foi em 1998. Nessa época o ASP da Microsoft era novidade e, apesar de já existir PHP, ninguém ainda tinha ouvido falar nele… :-)

Resolvi então terceirizar o desenvolvimento com o pessoal da StartupDEV que em 48 horas entrega um produto mínimo funcionando baseado nas especificações que vc entregar. Uma outra opção bacana é o pessoal da CodeMiner42. Eles têm ajudado bastante em alguns projetos de novos produtos dentro da Locaweb com bastante agilidade.

Experiência do usuário

Na terceirização do projeto com a StartupDEV, eu fiz todo o desenho do fluxo de interação, entregando para eles um wireframe, um rascunho de como deve funcionar a interação do usuário com o sistema. Esse rascunho eu fiz usando Powerpoint:

Como no time do StartupDEV tinha um designer, eles propuseram uma nova versão para a interface, que acabei achando bem melhor que minha ideia original e aceitei.

A experiência do usuário não é só o desenho do fluxo de interação do usuário com o sistema. É também o desenho visual. Para o desenho visual usei dois recursos terceirizados:

  • logo: para fazer o logo usei um sistema de crowdsourcing que funcionou muito bem, chamado We Do Logos. Fiquei bastante satisfeito com as opções de logo que recebi e a opção final que escolhi me agradou bastante.
  • design do site: para o design do site usei um desses sites de templates para WordPress. Achei o template FreshServe no site themeforest. Precisei de ajuda de uma profissional para me ajudar aplicar esse design em um blog WordPress.

O pessoal do StartupDEV fez a parte visual da aplicação baseada no tema de WordPress que eu tinha adquirido e no logo.

Marketing de produtos

Toda a comunicação do site, dos emails que seriam disparados pela aplicação e da campanha de AdWords, eu mesmo cuidei e continuou cuidando até hoje.

Administração de sistemas

A escolha de onde ia ficar a aplicação foi feita pelo pessoal do StartupDEV, que escolheu o Heroku pela facilidade em colocar uma aplicação Rails rodando lá. Acabei herdando esse ambiente para administrar e tive que aprender a administrá-lo na marra. Uso um serviço gratuito chamado Pingdom para monitorar se a aplicação está rodando. Já tive problemas de a aplicação não aceitar mais novos usuários por não mandar mais emails de confirmação de cadastro devido a ter atingido o limite de envio do SendGrid, add-on do Heroku para disparo de emails. Conversei com o pessoal do StartupDEV para mudar a lógica de cadastro da aplicação para não ter mais confirmação, mesmo correndo o risco de abrir uma brecha de segurança futura de, quando o sistema tivesse cobrança (como hoje de fato tem), clientes mais espertos poderem burlar o sistema de cobrança e ficarem criando contas grátis uma atrás da outra sempre que vencer o trial. Outro item que está na lista de “coisas a fazer” de administração de sistema é instalar o NewRelic, serviço de monitoração de performance específico para aplicações Rails.

Tema do produto web

O tema do ContaCal é nutrição, reeducação alimentar, alimentação saudável. Não sou nenhum expert no assunto, mas me preocupo com o que como. Minha esposa tb é bem preocupada com a alimentação da nossa família, sempre buscando uma alimentação saudável e balanceada. Para o ContaCal eu precisava de uma lista de alimentos com quantidade de calorias e a informação sobre a qualidade dessas calorias (calorias verdes, amarelas ou vermelhas). As cores servem para indicar quão recomendável é ingerir o alimento. Se é um alimento de calorias vermelhas, é melhor evitá-lo ao máximo. Calorias amarelas podem ser ingeridas com moderação. Já as calorias verdes podem ser ingeridas sem restrição. Como sugestão, no ContaCal recomendamos seguir a seguinte regra, não mais que 10% de calorias vermelhas, não mais que 35% de calorias amarelas e pelo menos 55% de calorias verdes. Para poder fazer a classificação dos alimentos, era necessário ter a ajuda de uma nutricionista, por isso, contratei uma para revisar uma tabela que montei a partir de dados que encontrei na internet.

Custo de terceirização

O custo total de terceirização foi de R$ 6090,00 sendo:

  • logo: R$ 500,00
  • template: R$ 50,00
  • ajustes no template: R$ 130,00
  • StartupDEV: R$ 4.800,00
  • Nutricionista: R$ 600,00

Próximo post

No próximo post, que irei publicar semana que vem, vou falar sobre quanto tempo dedicar à startup e se dá para fazer uma startup sozinho.

Comentários

O que vc achou desse exemplo? Que outras formas de terceirizar vc já viu?